|
porUNICEF
fonteUNICEF
a 06 JAN 2015

O conflito persistente e os ataques de que continuam a ser alvo as escolas, fazem antever um novo ano pouco auspicioso para a educação na Síria

O conflito persistente na Síria e o recente encerramento de algumas escolas nas províncias de Raqqa e Deir-ez-Zour, bem como em zonas da Alepo rural, terão levado à interrupção da escolaridade para 670.000 crianças em idade escolar (primeiro e segundo ciclos), afirmou hoje a UNICEF.

"Para além da falta de acesso à escola, os ataques aos estabelecimentos de ensino, a professores e estudantes vêm reavivar a percepção do terrível preço que as crianças da Síria estão a pagar no âmbito de uma crise que dura há perto de cinco anos," declarou Hanaa Singer, Representante da UNICEF na Síria.

“O acesso à Educação é um direito que deveria ser assegurado a todas as crianças, independentemente do local onde moram ou do grau de dificuldade das circunstâncias em que vivem. As escolas constituem os únicos espaços geradores de estabilidade, estrutura e rotina, factores de que as crianças sírias precisam mais que nunca nestes tempos de conflito terrível.”

Embora continuem a ser contraditórios os relatos acerca do número exacto de escolas actualmente encerradas, só entre Janeiro e Dezembro de 2014 verificaram-se pelo menos 68 ataques a escolas no país, segundo dados a que a UNICEF teve acesso. Estes ataques terão causado a morte ou ferimentos em centenas de crianças. Estima-se que os números reais sejam superiores, e existem indícios de que alguns ataques terão sido deliberados.

“As escolas deveriam ser respeitadas como zonas de paz e portos de abrigo para crianças, onde elas possam aprender sem medo de morrer ou ficarem feridas," afirmou Hanaa Singer.

"A UNICEF tem apelado repetidas vezes a todas as partes envolvidas no conflito para que cumpram a sua responsabilidade de proteger do conflito as crianças, as escolas e outras infra-estruturas civis – um apelo que renovamos, agora com ainda maior urgência dado que neste início de ano as crianças na Síria continuam a enfrentar as mais terríveis ameaças à sua segurança, ao seu bem-estar e à sua educação."

Acerca da resposta da UNICEF na Síria, saiba mais em http://childrenofsyria.info/
 

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>
2019
2018
2017
2016
2015
2014
2013
2012
2011
2010