|
porUNICEF
fonteUNICEF
a 03 NOV 2016

9.700 crianças deslocadas desde o início da operação de retoma de Mossul

Desde o início da operação para retomar Mossul, a 17 de Outubro, 20.700 pessoas abandonaram a cidade e estão agora deslocadas. A UNICEF estima que 9.700 são crianças que precisam de assistência urgente.

À medida que estas crianças e famílias vão chegando aos postos de rastreio, a UNICEF está no local para lhes dar apoio.

“Estive com mães e crianças que estavam extremamente aliviadas por terem conseguido sair com vida; percebia-se claramente que tinham passado por situações tremendas,” afirmou Pernille Ironside, Chefe das Operações de Terreno da UNICEF no Iraque, depois de uma visita ao posto de Nargizlia.

A grande maioria das pessoas chegam cobertas de pó, exaustas e sem saber o que lhes vai acontecer a seguir. Algumas vêm descalças. A UNICEF tem estado a ajudar estas famílias, a verificar o estado das crianças e a investigar se algumas estão desaparecidas.

À chegada, as famílias recebem água potável e alguns alimentos, entre os quais suplementos nutricionais para as crianças. As crianças com idades entre os 6 meses e os 15 anos são imediatamente imunizadas contra a polio e o sarampo por uma equipa de quatro pessoas do governo local apoiada pela UNICEF. Para muitas destas crianças esta é primeira vez que são vacinadas nos últimos dois anos.

As famílias passam cerca de meio dia no posto de rastreio antes de serem transferidas para um campo de emergência onde lhes é dado abrigo.

Neste posto, a UNICEF assegura o abastecimento de água, assim como acesso a duches e latrinas. As crianças são examinadas para despistar casos de má nutrição e receber tratamento adequado à sua situação. Equipas móveis apoiadas pela UNICEF prestam ainda apoio psicológico às crianças. A UNICEF está também a preparar espaços de aprendizagem temporários e actividades recreativas para as crianças nos campos.

Enquanto muitas pessoas abandonaram a cidade e estão agora em campos, outras optaram por ficar nas suas aldeias recém-retomadas. A UNICEF está a adaptar a sua resposta no terreno para chegar a todas as populações que precisam de ajuda.

Em Outubro, a UNICEF distribuiu água engarrafada e artigos de higiene para mas de 1.500 famílias e vacinou crianças contra a polio em duas comunidades recém-retomadas. As condições tanto para as crianças deslocadas como para as crianças e famílias nestas comunidades são muito precárias, com muitas delas a precisar urgentemente de água potável e de outros bens de primeira necessidade.

“Com o desenrolar da situação, é importante que continuemos flexíveis para que possamos a adaptar a nossa resposta a fim de podermos assistir da melhor forma possível as crianças e as famílias que têm passado por tão grandes provações nos últimos anos,” concluiu Pernille Ironside.
 

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>
2019
2018
2017
2016
2015
2014
2013
2012
2011
2010